202009.21
0

A vulnerabilidade do home office

in Artigos

Aliado da Pandemia Covid-19, o trabalho em home office, assim como atividades em coworking e armazenamentos em nuvem, exige cuidados específicos que devem ser orientados pelos empregadores. No ambiente corporativo trabalha-se com dados importantes, valores, informações sigilosas e confidenciais devendo-se atentar para a segurança no uso da tecnologia e softwares devidamente licenciados.

Há risco na utilização dos equipamentos pessoais em redes corporativas, eis que, via de regra, as proteções de redes domésticas não são tão abrangentes quanto as proteções de redes corporativas, nem possuem proteções preventivas. Os malwares podem roubar dados e inclusive senhas se o equipamento não estiver devidamente protegido.

Outro risco importante é a afronta à legislação pelos usuários com acesso a sites com materiais obscenos e/ou pornográficos, execução de fraudes inclusive no uso de softwares ou músicas piratas, baixar materiais ou softwares comerciais que pertençam a terceiros sem a correspondente licença, realizar hacking, criar ou transmitir material difamatório, facilitar a introdução de vírus na rede corporativa, dentre outros, que podem ocasionar discussões judiciais e administrativas aos empregadores, além de condenações pecuniárias e outras.

Os empregados e colaboradores devem ser instruídos integralmente quanto à legislação vigente de proibição ao uso de pirataria, pedofilia, ações discriminatórias e outras, para, assim, eximirem-se de riscos desnecessários para o negócio da empresa.

O ideal para os empregadores é o fornecimento do equipamento de trabalho como notebooks e telefones celulares para uso das redes corporativas, com a devida política de vedação de uso para fins particulares e pessoais. Todavia, esse ideal não é viável para  todos os empregadores, de modo que cabe a eles instituir políticas de proteção e segurança, bem como treinamentos aos trabalhadores e colaboradores que tenham acesso às redes corporativas.

O uso saudável e protegido dos equipamentos corporativos é imprescindível ao desenvolvimento dos negócios, entretanto o mau uso pode impactar negativamente na produtividade do próprio empregado ou colaborador, bem como na reputação do negócio.

A equipe trabalhista da ZNA está à disposição para esclarecimentos adicionais.

Fonte: Juliana Aguiar